Adquira seu livro aqui!

domingo, 23 de dezembro de 2012

E meu pai se foi.


raimundomoura.blogspot.com
Blues Fúnebres
W. H. Auden


Que parem os relógios, cale o telefone,

jogue-se ao cão um osso e que não ladre mais,
que emudeça o piano e que o tambor sancione
a vinda do caixão com seu cortejo atrás.



Que os aviões, gemendo acima em alvoroço,
escrevam contra o céu o anúncio: ele morreu.
Que as pombas guardem luto — um laço no pescoço —
e os guardas usem finas luvas cor-de-breu.



Era meu norte, sul, meu leste, oeste, enquanto
viveu, meus dias úteis, meu fim-de-semana,
meu meio-dia, meia-noite, fala e canto;
quem julgue o amor eterno, como eu fiz, se engana.



É hora de apagar estrelas — são molestas —
guardar a lua, desmontar o sol brilhante,
de despejar o mar, jogar fora as florestas,
pois nada mais há de dar certo doravante.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Nem tudo está perdido

Esse selo Dardos foi presente da amiga Andrea Magalhães, do blog - Palavras ao Vento

Costumo dizer que nem tudo está perdido quando se têm amigos verdadeiros, e isto tem sido uma realidade constante em minha vida.


Esta semana fiquei de falar sobre o pai do Neymar, mas vou adiar e deixar para o ano que vem. Vou tratar de outro assunto que, especialmente hoje, me ajudou a ficar menos triste.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Por trás dos idolos

colheradacultural.com.br

Todos nós conhecemos histórias fantásticas de pessoas que fazem toda a diferença no meio em que vivem. Muitas delas estão em total anonimato, só se fazendo conhecer pelas pessoas que foram tocadas de alguma forma por elas. Outras, no entando, por fazerem parte de família de famosos, acabam inegavelmente a traindo nossos olhares.

Dois pais chamaram minha atenção nos últimos tempos. Um dele foi  Mitch Winehouse (pai da famosa Amy Winehouse), o outro foi  Neymar da Silva Santos (pai do  nosso querido Neymar Junior) que falarei no próximo post.
O Clube do Salto: Dezembro 2012 - 2011 Theme by Kali Vieira