Adquira seu livro aqui!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Se eu discordar de você vou virar seu inimigo?

www.facebook.com/FamiliaRestaurada


Conflitos de ideias e de gerações sempre vão existir, mas normalmente, quando isso vem à tona, os ânimos ficam exaltados, principalmente se for entre família. Ninguém quer parar para refletir, pensar e mudar, porque isso dá um trabalho danado.


É claro que a experiência de vida, o passar dos anos que tanto tememos, também nos levar a uma maior zona de conforto, porque não cometeremos mais alguns erros básicos, o que não significa que não cometeremos outros.

Por outro lado, não estar aberto às inovações pode te matar mais cedo, mas discordar não é sinal de desamor ou mesmo de querer ser dono da verdade, apenas um ponto de vista um pouco mais apurado de quem já errou bastante e não quer que seus entes queridos sofram.

Tenho pensado bastante na frase “me deixa aprender com meus próprios erros” que tantos pais se queixam ouvir hoje em dia. Errar todos nós vamos, e sempre. Mas, se pudermos evitar alguns caminhos cujo destino já é sabido, por que não ouvir os conselhos de quem já passou por lá? Dê mais atenção às pessoas que te querem bem, elas não estão apenas discordando de você por esporte, e mesmo que você não mude seu rumo, ouvir com carinho o outro, pode clarear suas ideias e a de quem te questionou, não torne isso um campo de batalha porque todos sairão perdendo.

A felicidade é o que todos nós buscamos e é certo que o que faz alguém feliz nem sempre é o que faz o outro. Mas alguns pontos são básicos para todos, e esses necessitam ser tratados com mais seriedade porque são inquestionáveis. A comunicação é um deles e precisa ser restabelecida não importando o que a fez quebrar.

Agora, se você já foi além do que se possa voltar atrás, torne isso como um desafio e siga em frente da melhor maneira possível. Não para provar nada para ninguém, mas somente porque é o certo a fazer no momento. Muitas vezes, o que começou de uma forma não tão convencional pode se transformar em algo surpreendente, vai saber? Não se isole como se o mundo estivesse contra você. As pessoas que estão a sua volta estarão sempre torcendo e ajudando no que for possível para que sua caminhada seja sempre de vitorias.

Ame sempre quem demostra amor por você em qualquer circunstância e não menospreze anos e anos de convivência porque algo novo aconteceu em sua vida. Quem te ama de verdade vai sempre estender a mão mesmo que não entenda ainda a forma que você resolveu conduzir sua vida. Dê tempo a essa pessoa para se adaptar, você ainda pode se encantar em acompanhar suas mudanças.

E sempre, mas sempre mesmo, esteja aberto a mudar, voltar e trazer para perto quem você afastou em um momento conturbado, porque quem te ama mesmo volta correndo, na verdade não volta porque nem foi apenas aguarda e respeita o seu momento.

E que depois disso tudo, dos acertos e desacertos, ninguém tenha razão porque isto é o que menos importa. O que importa de verdade é que família é isso tudo mesmo, e eu, até hoje, não consegui encontrar nada melhor do que isso.

E.T.: 1) Texto escrito com emoção normalmente fica sem correção. (tolerem por favor)
        2) A dieta vai bem, mas a que preço!!! Muuuuuuuuito difícil mas eu não desisto. 

2 comentários:

Carlos Alexandre disse...

A via de comunicação deve ser sempre preservada, independente do teor e intensidade das diferenças. Mas, para isso, é preciso conhecer e adquirir novos hábitos de comunicação, além, é claro, de fazermos uma viagem de conhecimento de nós mesmos.

Anônimo disse...

Oi, Sandra!!
Como sempre, mais um post legal para reflexão.
O diálogo é sempre positivo, principalmente quando
flui a fim de obtermos crescimentos e quebrarmos certas crenças limitantes .
Bjs e saudades,
Mônica Marques (colégio).
Ah, firmeza com a dieta !

Postar um comentário

O Clube do Salto: Se eu discordar de você vou virar seu inimigo? - 2011 Theme by Kali Vieira